• Área do aluno
  • Entre em contato conosco:

    (11) 2275-6424 / 5594-2821 | (11) 96312-0706

Tecnologia do Som com Maria Pereda

A TECNOLOGIA DO SOM – O resgate do conhecimento perdido.


“Aquele que conhecer os mistérios do Som, desvendará todo o Universo”- H. I. Kahn.


Na Índia, o começo de todas as coisas é “Nada”, o tom primordial - o “Nada Brahma” que significa “o mundo é som”.


Este seminário integra Ciência e Espiritualidade, teoria e práticas relaxamento e meditativas através de um banho sonoro com instrumentos tibetanos - Gongo, Sinos, Tigelas de cristal e de metal.

Consulte Condição de Pagamento
Fechar

Conteúdo bloco condicao-de-pagamento.

R$ 197,00 em 3x de R$ 65,67 sem juros
 
 Início em: 23 de Setembro de 2017
Carga Horária: 8 horas
Horário: das 09h00 ás 18:00
 

 

Caminharemos por um mundo de descobertas, re-descobertas da união entre ciência e espiritualidade, através do conhecimento tecnológico perdido no tempo, utilizado por nossos ancestrais com o foco da ligação com o Todo, na busca de sermos novamente UM.

“Ser Um” significa ser Um com o Todo. Perceber as vibrações e reverberar com elas, trazendo para a vida - ou simplesmente ser você mesmo, na essência – estar em sintonia com a Informação Universal, disponível no campo de Som e Energia que permeia o universo. Isso nos traz harmonia, da mesma forma que os chineses se referiam a estar harmonizado com o TAO.

Quando a pessoa (latin: per-sonare) está em sintonia com o cosmos, então o cosmos ressoa com a pessoa. Quando você toma consciência desse estado, alcança dimensões cósmicas.

Devido ao significado universal desses sons, é possível usá-los em várias áreas. Por isso, é possível criar música perfeitamente sintonizada com o Cosmos, muito mais profunda em seus efeitos do que outras músicas. O mesmo se aplica à música medicinal terapêutica.

 

O RESGATE DO CONHECIMENTO PERDIDO

O som do abstrato é chamado Anahad nos vedas, significando “o som ilimitado”, e, pelos Sufis é chamado de Saute Surmad, que significa – todo o Universo é preenchido por ele, O Som Primordial, o Tom que permeia todo o cosmos.

As frequências inseridas neste tom são sublimes demais para serem percebidas ou escutadas pelos nossos ouvidos.

Foi o Tom primordial que Maomé percebeu quando foi iluminado na caverna de GareHira. Moisés ouviu o mesmo som quando esteve no alto do Monte Sinai, e, este foi o que soou quando Jesus se reuniu com o Pai celestial. Shiva escutou o mesmo “Anahad Nada” no seu Samadhi, nas cavernas do Himalaia. A flauta de Krishna é o símbolo deste tom.

 Esse SOM é a fonte de toda a manifestação, dado aos Mestres a partir da união com o interior divino.

O elo é a lei das oitavas. Através da aplicação sistemática desta lei a todos os

Fenômenos de período, é possível ouvir a relação das vibrações dos planetas e também a estrutura dos diferentes átomos e moléculas.

Entender a “Lei das Oitavas” é compreender onde a matemática, a música e a transferência de energia fazem parte de um mesmo princípio. Esta lei permite combinar fórmulas astronômicas e fórmulas musicais. Essa era a lei que os povos antigos usavam para a astronomia, matemática, energia livre, cura física, música e cor.

 O Ciência do Som era amplamente utilizada pelos sábios povos antigos, até aproximadamente 3.500 a.C. sendo que, a partir dessa época, pouco a pouco, foi sendo perdida, definhando até a época de Pitágoras de Samos (570 – 490 a.C.) quando o pouco que restou foi completamente perdido, por volta de 300 d.C.

 A ciência moderna, vem estudando o som, ainda de maneira desconectada, por áreas separadas, como a Cimática (O som e as formas geométricas), cura (frequências que revertem doenças), Sasers (Lasers sonoros), a geração de eletricidade e levitação, e, especialmente revelador: a manifestação de fótons através do som em sistemas esféricos preparados em laboratórios.

 

 ESTE CURSO ESTÁ DIVIDO ENTRE TEORIA E PRÁTICA.

 À tarde faremos práticas sonoras meditativas – Banho de som gerado por gongo, sinos, tigelas de metal e cristal tibetano e garfos de solfeggios harmônicos e dos chakras.

 Os presentes poderão deitar em esteiras ou permanecer sentados – livre escolha.

 

A QUEM SE DESTINA:

À todas as pessoas receptivas e em busca de uma maior conexão com o Todo e consigo mesma.

 

avaliação do curso

compartilhe o curso